menu
conteúdo principal

Notícias

07/01/2019
Desenvolvimento Social

Prossegue o trabalho de avaliações sociais das famílias inscritas no cadastro habitacional


Após as avaliações as pessoas vão ser chamadas pela Caixa Federal, onde será realizada avaliação cadastral, onde os beneficiários devem estar com nome limpo no SPC e Serasa


As assistentes sociais da secretaria de desenvolvimento social prosseguem com o trabalho de análise social de todos os inscritos no cadastro habitacional,, que são aproximadamente 850 famílias, para posteriormente ocorrer, conforme critérios da lei, a classificação dos beneficiários das 144 unidades habitacionais de interesse social, no âmbito do Programa Minha Casa Minha Vida, no bairro União (Residencial João XXII).  

A expectativa é terminar essa classificação no final da segunda quinzena de janeiro de 2019. Posteriormente essas pessoas vão ser chamadas pela Caixa Federal, onde será realizada avaliação cadastral, onde os beneficiários devem estar com nome limpo no SPC e Serasa.

Outra recomendação é que as famílias iniciem um planejamento financeiro, já que vão ser necessários pagamentos de registros e taxas no momento da assinatura do contrato com a construtora e do financiamento com a Caixa a Federal, a expectativa é que este valor seja de aproximadamente R$ 4 mil reais, sendo necessário para o mês de fevereiro.

Lembrando que a Caixa Federal irá financiar até 80% do empreendimento, além disso, os beneficiários vão ter o subsídio municipal, federal e mais a utilização do FGTS. Assim o valor da mensalidade e dos subsídios vão ser analisados individualmente, conforme renda e histórico de empregabilidade.

144 Apartamentos Populares

A Empresa J Barp Incorporações LTDA de Flores da Cunha venceu o processo de licitação, e será responsável pela construção dos apartamentos, que terá investimento estimados em R$ 14 milhões do governo federal, sendo responsabilidade do município o repasse do terreno para empresa, além da terraplenagem e isenções fiscais como previsto em lei ( valores estimados em R$ 1 milhão e 300 mil reais).

Entre as novidades do novo residencial está o aumento da classe de investimento para a cidade, assim podem ser executados apartamentos nas faixas 1,5 ( para pessoas com renda de até R$ 2.600,00) com investimento de R$ 101 mil e na faixa 2 ( para pessoas com renda de até R$ 4.000,00) e com investimento de RS 115 mil, sendo que o planejamento prevê a construção de três torres com apartamentos sem sacadas (48 unidades) e seis torres com apartamentos com sacadas (96 unidades).

Critérios de avaliação – Lei 3.323/2017

- Residir a pelo menos cinco anos em Flores da Cunha ( comprovada por cartão SUS, conta bancária, contrato de aluguel, carteira de trabalho ou atestado escolar)

- Renda comprovada de até três salários mínimos no grupo familiar

- Documentos do grupo familiar

Outras informações no Departamento de Habitação pelo telefone 3279 3600, ramal 268.


OUTRAS NOTÍCIAS
22-03-2019

Passeio ciclístico em comemoração ao Dia Mundial da Água ocorre neste sábado

Ocorre neste sábado, dia 23, o&nb...

VER NOTÍCIA
22-03-2019

5º campeonato aberto de vôlei de praia ocorre neste domingo em Flores da Cunha

Ocorre neste domingo, dia 24, a partir d...

VER NOTÍCIA
DSC_0065
22-03-2019

Inicia trabalho para ampliar e reformar o prédio da Inspetoria Veterinária

Iniciou nesta semana o trabalho de mov...

VER NOTÍCIA
22-03-2019

Show do Barbarella marca o encerramento da Mostra Flores

O final de semana marca o encerramento...

VER NOTÍCIA
DSC_0058
21-03-2019

Programa de Aquisição de Alimentos repassa 110 mil para Flores da Cunha

O município de Flores da Cunha ...

VER NOTÍCIA
21-03-2019

Confira como se inscrever nos concursos artísticos do 16º Rodeio Crioulo Nacional de Flores da Cunha

Umas das principais novidades do 16º...

VER NOTÍCIA