menu
conteúdo principal

Notícias

30/11/2017
Gabinete do Prefeito

Governador Sartori recebe convite para inauguração do Casarão dos Veronese


Na capital também foram convidados deputados, secretários estaduais, direção do Ibama, diretores do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado e consulado italiano


O Prefeito de Flores da Cunha, Lídio Scortegagna, e o Diretor de Cultura, Michael Molon, entregaram nesta quinta-feira, dia 30, para o Governador José Ivo Sartori, o convite oficial para a inauguração do Casarão dos Veronese,  que ocorre no dia 15 de dezembro. Na capital gaúcha também foram convidados deputados, secretários estaduais, direção do Ibama, diretores do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado e o Cônsul Italiano, Nicola Occhipinti.

As obras
O prédio construído em 1898 está na fase final de obras, faltando apenas destalhes de ajardinamento, colocação de bloquetos no estacionamento, testes nos acessos com acessibilidade, e a colocação da estrutura de móveis. 

Inauguração
A obra que iniciou no primeiro semestre de 2015 será entregue oficialmente no dia 15 de dezembro, às 10h, na comunidade de Otávio Rocha. O principal símbolo arquitetônico da imigração italiana na cidade, e um dos únicos do Rio Grande do Sul, está sendo restaurados com recursos provenientes da Lei Estadual de Incentivo à Cultura (LIC), com patrocínio das empresas Florense e Keko, além da Prefeitura Municipal, com investimento de aproximadamente R$ 3 milhões.O ato de inauguração deverá contar com a presença do Governador do Estado, José Ivo Sartori, integrantes das famílias que residiram no local, patrocinadores, além de representantes da comunidade e entidades. 

A Restauração
O projeto em execução, do arquiteto Edegar Bittencourt da Luz, propôs adequações ao  projeto original elaborado em 2008 que, pela defasagem do tempo e com o aumento da degradação, eram tecnicamente inadequadas. Foram buscadas soluções para o avançado processo de deterioração das alvenarias de pedra e barro, que estavam em péssimo estado e com perigo de desmoronamento, entre outros dados técnicos obtidos a partir da atualização dos levantamentos e diagnóstico das patologias da construção, bem como das normas edilícias e de prevenção que passaram a vigorar nos últimos anos, como aquelas vinculadas à acessibilidade e prevenção de incêndio, a nova proposta foi aprovada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado – IPHAE. A nova solução estrutural conta com coberturas metálicas e também a utilização de vidros, evitando a sobrecarga de um telhamento em telha de barro. Também foi analisado que, como a edificação não continha mais o telhado, não deveria se fazer uma imitação das telhas de barro e sim construir uma nova cobertura contemporânea, atendendo as cartas patrimoniais no âmbito internacional. 

 


OUTRAS NOTÍCIAS
22-10-2018

Feira do Livro encerra nesta terça-feira, dia 23, em Flores da Cunha

O final de semana teve grande participa&...

VER NOTÍCIA
22-10-2018

Terraplenagem vai retirar 12.500 m³ para a construção de apartamentos populares

Prossegue o trabalho de terraplenagem no...

VER NOTÍCIA
22-10-2018

Retomada as obras do novo complexo das oficinas da prefeitura

Cerca de 80% da obra de colocaç...

VER NOTÍCIA
22-10-2018

Audiência Pública debaterá o orçamento para 2019

Ocorre na segunda-feira, dia 29, a parti...

VER NOTÍCIA
19-10-2018

Show do Yangos acontece neste domingo, dia 21, na Feira do Livro

Uma das principais atraçõ...

VER NOTÍCIA
19-10-2018

Inicia período para limpeza no cemitério público

Com a proibição da reali...

VER NOTÍCIA